O Projeto

O Ler e Pensar (LeP) é um projeto de educação destinado a professores da rede pública de todo o Brasil, que usa o jornal em sala de aula para promover a leitura, a cidadania e a alfabetização midiática.

Realizado pela Gazeta do Povo e pelo Instituto GRPCOM, o LeP foi criado em 1999 e já beneficiou milhares de professores e estudantes em dezenas de municípios paranaenses nos seus 20 anos de atuação, por meio da mídia jornal e de sua proposta de educomunicação.

Durante esta caminhada, algumas mudanças trouxeram novos desafios. Em 2017, ao completar 18 anos, o Projeto se tornou digital, assim como a Gazeta do Povo, fazendo com que além dos objetivos iniciais, o LeP buscasse também acompanhar as tendências educacionais e contribuísse com a criação da cultura de uso das tecnologias digitais nas escolas.

Já em 2020, outra novidade veio aumentar ainda mais o impacto esperado: o Ler e Pensar virou nacional e passou a atender a educação infantil, permitindo então a participação de qualquer professor do ensino básico da rede pública do país.

A mídia em sala de aula

O Ler e Pensar segue premissas da Educomunicação em sua metodologia. O trabalho pedagógico proposto pelo projeto valoriza:

  • a leitura crítica da mídia;
  • o protagonismo dos estudantes;
  • a aprendizagem significativa e contextualizada dos conteúdos curriculares por meio de sua aproximação com fatos reais do cotidiano noticiados no jornal;
  • a aproximação da família e da comunidade;
  • o trabalho, multi, inter e transdisciplinar;
  • a compreensão sobre a convergência das mídias;
  • o mergulho no mundo digital (fake news, curadoria, inovação tecnológica etc.).

Trabalhando com a leitura e a informação, os estudantes passam a ter melhor visão do mundo a sua volta e melhor compreensão daquilo que leem. Isso facilita com que se sintam inseridos na sociedade, com capacidade de exercer sua cidadania e de expressar o que pensam com uma linguagem diferenciada.

2085
professores em 2019
cerca de 73mil
alunos impactados em 2019
179
cidades atendidas em 2019

Recursos

A partir desta metodologia, o Ler e Pensar oferece assessoria pedagógica aos professores participantes por meio de: programa de formação continuada em EAD com certificação; eventos culturais; materiais didáticos e visitas guiadas à Gazeta do Povo, para conhecer os bastidores da produção jornalística.

O Ler e Pensar possui também um espaço semanal na Gazeta do Povo para dar visibilidade às práticas mais inovadoras dos professores e estudantes participantes. Além disso, a equipe de educação do LeP seleciona diariamente notícias publicadas na Gazeta do Povo e sugere ao professor atividades a serem desenvolvidas em sala de aula. As informações do Projeto também são aprofundadas no Boletim de Leitura Orientada (BOLO), enviado aos participantes.

Reconhecimento

A metodologia de uso do jornal, proposta pelo Ler e Pensar, é reconhecida internacionalmente por instituições de renome. Entre elas, a Organização das Nações Unidas (ONU), a Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias e International News Media Association.

Reconhecimento mundial

2011

Vencedor mundial do Prêmio Jovens Leitores, na categoria Newspaper In Education, pela Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias.

2011

Menção Honrosa José Mindlin, do Prêmio Vivaleitura, iniciativa do Ministério da Cultura, Ministério da Educação e da Biblioteca Nacional.

2012/ 2015

Pelo 4º ano consecutivo certificado por sua contribuição ao Objetivo do Milênio 2 – Educação Básica de Qualidade para todos (Nós Podemos Paraná – ONU).

2014

Selecionado como finalista do Prêmio ODM Brasil, iniciativa do Governo Federal.

2014

Vencedor mundial do Prêmio Jovens Leitores, na categoria Enduring excellence, pela Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias.

2014

Reconhecido pelo Prêmio Imprensa por um Paraná Melhor, pela Associação Paranaense de Imprensa.

2015

2º lugar na categoria “Best Public Relations or Community Service Campaign”, INMA Awards 2015, promovido pela International News Media Association.

2016/18

Vencedor do Prêmio Sesi Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) 2018 na área de Educação. Foi a segunda vez que o projeto ganhou este reconhecimento, sendo a primeira em 2016.

2019

Recebeu o selo GAPMIL da UNESCO, em reconhecimento ao seu trabalho na educação midiática.

Abrir chat
Olá
Tire suas dúvidas!