Bibliotecário lê livros por telefone a idosos em casas de repouso de cidade da Espanha

Bibliotecário lê livros por telefone a idosos em casas de repouso de cidade da Espanha

A dica de hoje é internacional, mas tão simples, que pode ser colocada em prática em praticamente qualquer lugar do mundo. A matéria que selecionamos traz o exemplo de um bibliotecário que criou um projeto de contação de histórias para idosos por telefone, para mantê-los entretidos durante a pandemia. Que tal inspirar seus alunos e criar, vocês mesmos, um projeto de incentivo à leitura? Pode ser presencialmente, quando for possível, ou virtualmente (o que, inclusive, pode alcançar um público muito maior), através de Podcast, Blogs, redes sociais, etc. Selecionem textos curtos, como contos e poemas, e leiam em voz alta com a turma, treinando a dicção, postura, entonações e etc. Depois, decidam qual será o público-alvo (idosos? Crianças pequenas? Os próprios colegas da escola?), selecionem os textos e gravem os vídeos ou áudios para distribuir para os familiares e colegas, ou, quando for possível, organizem na escola um festival de contação de histórias. Com os pequenos, você professor(a) pode ser o contador de histórias e pedir para que seus alunos da Educação Infantil façam desenhos e tentem recontar a história com as palavras deles, ou criar um novo final.

Abrir chat
Olá
Tire suas dúvidas!